Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Será que sou eu?


Será que sou eu?
E se não sou mais eu?
Euzinha?
 
Mas se sou eu onde foi parar minha voz?
Será que ao me pedirem para ficar calada
resolvi fugir de mim para não ser eu a cair
no pecado de falar?
 
Pois se já hoje pela manhã esqueci de tudo
o que tinha prometido e ousei roubar rosas
no jardim dos sonhos do meu vizinho outra vez
e deixar lá registradas prá nem eu mesma duvidar e negar,
as mesmas perguntas de sempre?
 
Será que fui castigada pelo meu pecado
de ter hoje, só uma vez, só uma vez,
invadido propriedade alheia?
 
Onde anda minha voz que sumiu?
Porque não consigo mais falar?
E em que lodo fui navegar que trouxe
sem ver nem saber, uma rosa morta
para minha nova casa?
 
O que fiz eu? Onde fui mexer?
Não entendo nem mais minha
janela de ver o mundo.
 
Que confusão que
virou minha morte!
Maria
Enviado por Maria em 29/07/2006
Código do texto: T204456
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4551 textos (185963 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:47)
Maria

Site do Escritor