Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tua boca!

Tua boca, teu beijo,

Cobiça de minha libido.

Motivo de meu desatino,

Droga enjerida, perfídia...

E tudo que quero na vida!

Meu corpo , minha alma,

Sobrevivem a teu abandono,

Pois na memória de minha pele,

Ainda sinto teu toque, teu hálito,

A arrepiar, atiçar, enlouquecer...

Fênix a paixão renasce do meu prazer...em te ter!

Meu sonho querer te ver...Obsessão, fazer amor com você.

Em momentos alados, em que ao teu encontro eu vou,

Vejo teu rosto afogueado,

Pela visão do meu corpo nu...

E travamos uma guerra de línguas e corpos,

Num paraíso de luxúria e tesão,

Onde me ofereço inteira,fasceira

Para ser desbravada, sugada...Amada por ti!

Procurando no teu movimento meu prazer,

Como embalada pela música do vento.

Que acaricia as copas frondosas,

Horas mansamente, horas tempestuosas...

Tua boca, tão macia.

Teu beijo, néctar suave.

Teu jeito, manso e selvagem.

Mistura de uma alquimia,

Homogênea a minha,

Você é minha heresia.

E assim, as marcas de tuas mordidas,

Adoro, quero, imploro...

Cavalgo em você,

Realizando então minha fantasia...

Ser tua amazona encantada...Faz renascer a mulher em mim?

Quero ser tua Godiva nua e entregue,

Chegar no êxtase  de tua posse,

Num grito lânguido de prazer.

Te dei meu corpo, minha alma, minha alegria,

E transcrevo meu querer,

Tentando alcançar você!

Sem importar com o tempo, o espaço, o momento,

Só eu, você e a emoção...

E esse amor que nasceu com o vento...

Que se faz meu mensageiro agora,

E oscula tua face,

Com o beijo de minha saudade!







Observadora
Enviado por Observadora em 29/07/2006
Reeditado em 31/07/2006
Código do texto: T204492
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:28)
Observadora