Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coragem de ser poeta

Coragem de ser poeta
=====================ErdoBastos

“Os poetas jogam as frases no mar”.
“Na praia do Mar do Tempo, que versos irão chegar?”.
                                                                       Mário Quintana

Sou poeta, em mar de letras imerso.
Arrumador de palavras e rimas.
Um poeta, um fazedor de versos,
dividido, como a luz nos prismas.

Desdobrado em ser o que o verso quer,
não sou eu quem escolho, é a Inspiração.
Inspiro-me homem, escrevo mulher,
digo como sinto, abro o coração.

Este ser sem dono,
é quem manda em mim.
Nela me abandono...
Ela é Deusa, sou Querubim.

Sou poeta, escravo da imaginação!
Preciso ver bem de perto a vida,
preciso sentir cada sensação,
cada emoção que puder ser sentida.

Pra Inspiração me entoar seu canto,
canto do mar, canto da sereia...
Preciso estar entre o riso e o pranto
e ir ao mar e esperar na areia

Provar o doce beijo da vitória,
suportar a derrota sem consolo.
Registrar os sentimentos na memória,
sentir-me sábio, sabendo-me um tolo.

Um tolo poeta, é o que sou na verdade.
Ainda assim, acho que é vantagem.
Quem é poeta, não pode ser covarde!
Inspirar-se dói muito, requer coragem.


ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 30/07/2006
Código do texto: T205017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36904 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:28)
ErdoBastos