Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

quem sabe...


quem sabe se na história,
onde guardo ventos soprados,
resistem cinzas da memória
dos tempos lembrados...

quem sabe se do nojo da morte,
perfumado de alecrim,
resiste o rosto da sorte
para sepultar meu fim...

quem sabe...
João Videira Santos
Enviado por João Videira Santos em 30/07/2006
Código do texto: T205455

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Videira Santos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Videira Santos
Lisboa - Lisboa - Portugal
233 textos (16636 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:48)
João Videira Santos