Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALISTANDO-ME

ALISTANDO-ME
lílian maial



Se és legião,
sou estrangeira,
legionária de brincadeira,
fugitiva,
esquiva,
saliva,
matreira.

Se és desertor,
sou oásis.
Oculto o calor
na sombra da vaidade,
nos versos sem vontade,
na noite sem estrelas,
mato a sede ao bebê-las.

Mas se és guerreiro,
sou a lança,
que atravessa teu destino,
que empala a dor do menino,
empunha a bandeira,
conquista a terra.

Pontiaguda,
enterra no peito geleira
a vontade derretida
de fazer-se beijo.


**********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 30/07/2006
Reeditado em 30/07/2006
Código do texto: T205574

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248807 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:02)
Lílian Maial

Site do Escritor