Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Passagem

há uma passagem
logo atrás da porta
logo atrás do teclado
logo após o último vento glacial do sul

é algo que rasga o meridiano em véus
faz minhas pernas andarem sem cor
sem dor, sem ardor, sem amor
luz

a passagem é enorme e me dá pavor
um pavor que morde minha pele
me mergulha em hematomas
me sangra
me desonra
me julga
me corta
me insulta...

..desculpe-me, mas eu tenho de correr..
                           ...a passagem vai sumir...
   ...  vai se fechar... minha cabeça ao meio...
... cantar os hinos de Mrs. Dollaway...
o templo...           a passagem...


dentro dela eu me vejo em taças repartidas
cheias de fúria nua e indecorosa
sem saber por onde andar.


A passagem me faz bem...

um certo toque de tatuagem me comove
me eleva e num toque de sensações
adormeço ouvindo Morfeu me condenar
com suas risadas de americano

a passagem vai ficando longe...
eu acordo e me vejo na janela do meu apartamento

a brisa devasta meu corpo
as passagens se abrem como para um rei romano
sem cristãos, sem Coliseu

e a passagem se trancou
na retina dos meus olhos de aço


Valdson Tolentino Filho
Enviado por Valdson Tolentino Filho em 31/07/2006
Código do texto: T205712
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdson Tolentino Filho
Cristalina - Goiás - Brasil, 35 anos
89 textos (3930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:28)
Valdson Tolentino Filho