Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANÇÃO DA RESPIRAÇÃO

Se te faltar o ar /
Te beijarei com todo o meu cantar /
Cantarei oxigênio até você respirar /
E por não ter outro nome
Que não o de matar a fome
Do ar que te some /
Pode me chamar de vento /
Brisa / sustento /
Arvoredo dançando no tempo /
E de cada boca que à cada boca contar
Como sei respirar /
Inventarei a canção da respiração /
Que dá vida aos nervos
E ao nervoso coração.

Quando acordar do tarde que ainda é cedo /
Respirarei / sem medo /
Com mar de sobra
Descerei até o fundo da tua aurora
Para acordar o arco-íris
Adormecido em pote de ouro /
Farei coro ao coral que ama tua pérola /
E / sem ar /
Morrerei respirando
E minha alma transpirada
Há de saltar sobre a seta
Que indica
Que aqui
O ar não presta /
Não se pode inspirar
E devolver
Ao estar
O corpo
Oco
Do Ar.




Preto Moreno
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 31/07/2006
Reeditado em 31/07/2006
Código do texto: T206147

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6783 textos (102552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:32)