Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

pelo prazer...esvoaçante!


desço da minha interminável ilusão
até ao coração...

esse coração cansado e violado
que bate ressentido pela ilusão,
pela incómoda presença artificial
que o faz ganhar ritmo,
que, verticalmente, atravessa o meu medo.

da minha amiga nicotina,
de sobressaltos causadora,
restam fugas temporárias
ao prazer do fumo,
onde morro mais um pouco
no prazer que se esfuma.

é no ritmo lento desta agonia
que vivo e sonho
sem a certeza de concretizar
o dia de amanhã.

na régua que mede e distancia o tempo
há um terminus
que fica na exacta medida,
que ignoro,
e onde reside o meu fim.

até que isso aconteça
no imprevisto que a todos aguarda,
há um fim previsivel
a cada momento, a cada instante,
em que atraiçoo a vida
e vôo pelo prazer...esvoaçante!
João Videira Santos
Enviado por João Videira Santos em 01/08/2006
Código do texto: T206656

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Videira Santos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Videira Santos
Lisboa - Lisboa - Portugal
233 textos (16634 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:09)
João Videira Santos