Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imaginação

Deixo que minha alma se expanda
Livre e solta pelo ar
Buscando a luz que alivia

No firmamento a ciranda
De astros que vivem a brilhar
Proporciona-me alegria

Bailando no espaço infinito
De braços abertos à vida
Meu espírito desliza

Compõe um quadro bonito
A alma voando esquecida
Com requinte que improvisa

E neste doce abandono
O coração sem alarde
É doce veneração

E como rei sem o trono
Em humilde majestade
Pulsa latente a paixão

Assim tudo o encanta
Atraindo-lhe o espaço
Que lhe dá a liberdade

Ao redor uma paz santa
Envolve-me como abraço
No laço da eternidade


Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 29/05/2005
Código do texto: T20670
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215209 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:01)
Priscila de Loureiro Coelho