Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Filhos de um tempo

O vento soprava tão forte
que desfez meu rosto
Tentei correr
mas o vento soprava muito forte
Árvores
aprisionadas na terra
balançavam conforme a vontade
daquele vento forte
Os filhos destas árvores
foram levados a terras distantes
e voltaram diferentes
Eduardo Martínez
Enviado por Eduardo Martínez em 01/08/2006
Código do texto: T206764
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Martínez
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 49 anos
14 textos (1456 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:39)
Eduardo Martínez