Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gavetas

Alojamos dentro de nós
Todos os tipos de gavetas
Gavetas de solidão
Abre um frestinho,
No entanto não dá a mão
Gavetas do medo
Esta abre e olha, não aparece,
No canto fica apavorada
Gaveta da dor
Esta tem um sentimento profundo
Na pele, no fundo do coração
Sofre muito
Entra em desespero
Gaveta da esperança
Sempre como uma rosa cheirosa
Tem espinhos,
No fim sempre nasce uma flor
Gaveta do ódio
Esta a pior de todas
Transmite amargura
É triste de suportar
Porque sofre intensa dor
Gaveta da liberdade
Quando se abre
Seus tentáculos se espalham
Ficam leves e soltos
Se derramam, é bom sentir
Gaveta da alegria
Esta se abre com facilidade
Distribui felicidades
É sempre gentil e amável
Gaveta do egoísmo
Fica sempre armada
Pronta para atacar
Nada pode doar
Gaveta da amizade
Esta deixa atuar
Veja o resultado,
Que ela vai dar
A gaveta do Amor
Esta é a mais linda!
Toda arrumada...
Quando ela se abre
percorre os pensamentos
Esta sempre renovada
Transmite Paz,
Alegria, e vai embora a dor!
Na gaveta do Amor,
Esteja o teu coração.









Marines
Enviado por Marines em 01/08/2006
Código do texto: T206792

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marines
Ponta Grossa - Paraná - Brasil, 61 anos
193 textos (18587 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:03)
Marines