Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                  

                                      
                

                   VIDA E POESIA

                           
           
No manto da tristeza, eu vago pelo
vendo somente dor em todos os caminho
Sem nenhuma esperança, eu muito me confundo
por sentir, infeliz, um viver sem carinhos.

Tendo em cada momento um sofrer mui profundo
percebo em meu olhar apenas doces ninhos
da mágoa muito amarga em que sempre me inundo
ao notar, desolado, inúmeros espinhos.

Mas eis que a minha dor vai desaparecendo...
E, aos poucos, devagar, vou me descomovendo,
ao ver no coração momentos de alegria.

Mudou o meu viver. Mudou meu universo.
Bem feliz, na palavra, eu permaneço imerso
no reino tão sutil da pura Poesia!


                                                         (Soneto alexandrino)

Alda Corrêa Mendes Moreira
Enviado por Alda Corrêa Mendes Moreira em 01/08/2006
Reeditado em 07/12/2008
Código do texto: T207091
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alda Corrêa Mendes Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (13198 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:00)
Alda Corrêa Mendes Moreira