Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Casa abandonada XVI Geometria









Do ponto A, concreto, para o B abstracto.
Uma ponte, se considerarmos x, a recta
Que interacciona perpendicularmente o espaço intermédio,
Entre os pontos referidos. X igual.


O triângulo recto colide com o círculo,
Do parelograma, seguindo o quadrado.

Depende do ângulo, do resto se aprende na outra escola.
Na escola da vida, agora abandonada também.
Justamente. Mas.

Se faz léxico da Matemática, procure estudá-la,
Pois tinha que faltar qualquer coisa, o altar Sr. Dr.
Faltou-lhe o altar no casamento. Que era a bomba,
A guerra fria, tá bem eu também não sou tão bom, embora não diga.
Ora diga lá, 1,2,3, veja com o outro olho homem, assim
Não consigo fechar-lhe o peito deixei lá a agulha de coser.
Sai um decreto: toda a gente na Geometria:
Depois já sabem, o que querem saber.

Pois tem muita razão, mas a sopa também demora a cozer,
E a pá encrava constantemente no minério,
é por isso, que não há melhor salário?

Isso dos cocenos, não vem na tábua de logaritmos?
Pois 10.000 euros por mês eu só ganho 333. eu não continuei na escola,
E o sr. Já foi ao jardim?

É que está lá um canteiro, que fez o Sr. Arquitecto,
Fez  um triângulo e a árvore não cabe lá.

Serei sempre pobre, Senhor, juro, prometo o pai nosso,
Será por não saber Geometria descritiva?

Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 02/08/2006
Código do texto: T207288
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:55)
Constantino Mendes Alves