Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Previsão

Ousas perguntar-me o que houve?
Não vês que estou sofrendo?
Sim, sofro por te amar,
E parece não entender!

Poucos são os dias que ainda me restam.
Já posso ver-me repousando.
Sim, repousando eternamente
No seio sombrio  de uma mísera sepultura.

Porém saberá o mundo
A causa de tão inesperada  partida,
Pois sobre a lousa ficará gravado
Que ali faz um louco cuja causa da morte é o amor.

Como se isto não bastasse,
Em um local a parte permanecerá
Envolto  num pano de linho,
Este coração sofrido com o teu nome gravado.

Irás sofrer o que sofro
Quando pelo mundo fores incriminada
E de tanto sofrer irás,
Eternamente, ao meu lado repousar.
BJ Duarte
Enviado por BJ Duarte em 02/08/2006
Código do texto: T207310
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BJ Duarte
São Gabriel do Oeste - Mato Grosso do Sul - Brasil, 49 anos
69 textos (101958 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 10:57)
BJ Duarte