Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apura os ouvidos...

Apura os ouvidos, para captar os sons da vida,
transportadas por palavras,
transportadas pelas poesias...
Elas esperam pacientemente,
que suas palavras apresentem,
presentimento de belezas,
sentimentos ternos, como frutas...
Frutas tenras, cheias de sementes
que hão de frutificar, noutras paragens,
noutras frutas, úteros d'outras sementes!
Toda poesia aguarda,
que outras palavras lhe renovem os sentimentos,
outras atitudes, lhe impulsionem os movimentos!
Não há passividade na poesia,
mesmo que aguardem acontecimentos...
Não há letargias ou reticências,
toda poesia é participante da dança da vida
em que esta presente!
Os poetas com seus sentidos,
captam nos sons da vida,
todo o pulsar dos sentimentos!

Edvaldo Rosa
16/06/2006
www.sacpaixao.net 
http://br.groups.yahoo.com/group/Sac_Paixao_Poesias/
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 02/08/2006
Reeditado em 02/08/2006
Código do texto: T207743
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173668 leituras)
23 áudios (10645 audições)
35 e-livros (8977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:12)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor