Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sentimentos

Sinto que sinto o que nunca senti.
Lá no fundo sinto.
E esse sentimento,
Parecido com o que um dia me disseste que sentiu,
Não faz o menor sentido.
Por isso finjo não estar sentindo nada,
Abro meu cinto,
E no chão sujo, sento.
Sentado fico por horas,
Até sentir que recuperei o sentido das coisas.
Levanto e o sentimento sem sentido retorna,
Abro novamente o cinto e sento.
Sinto, sento e levanto.
Sento, sinto e levanto.
Levanto, sinto e sento.
Sinto, levanto e sento.
Cento e sessenta e seis vezes.
Minhas pernas, não as sinto mais.
João Valio
Enviado por João Valio em 02/08/2006
Reeditado em 03/08/2006
Código do texto: T207823
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Valio
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 31 anos
72 textos (5476 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:35)
João Valio