Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades

Seus olhos são como a noite
Seu sorriso brilha mais que o sol
Seus lábios são avermelhados,
Atraentes como um morango.

Que saudades tenho
De seus doces beijos
De seu olhar sedutor
De seu sorriso ameaçador.

Que saudades tenho
De abraçar  seu esbelto corpo
De sua pele acariciar
E em seus sedutores lábios
Poder mais vezes beijar.

Mas o que fazer com a distancia?
É nossa maior rival.
Por longo período fico a pensar
Em nosso reencontro.

Ao olhar para a lua
Vejo nela, bem refletida,
A pessoa de minha amada,
Que, olhando para mim,
Pede-me paciência.

E quando mais olho para esta
Lagrimas começa a brotar
Lagrimas sofridas de um coração
Que aprendeu o que é amar

Como diz todo poeta,
A lua ajuda-me a inspirar.
Faz brotar lagrimas de um coração
O qual aos poucos vai morrendo
Por estar eu longe de minha amada.

Sim, vai morrendo aos poucos
E cada vez mais louco
Com as saudades sanguinárias
Com fores mais afiadas
Que a lâmina de uma espada.

Ah, que saudades de minha amada!
Saudades que me maltrata
Pisoteia-me sem piedade
Não deixando assim cicatrizar
As chagas de meu coração.

Ah, que saudades!
BJ Duarte
Enviado por BJ Duarte em 04/08/2006
Código do texto: T208785
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BJ Duarte
São Gabriel do Oeste - Mato Grosso do Sul - Brasil, 49 anos
69 textos (101912 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:58)
BJ Duarte