Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos castanhos

Olhos que imagino
Apenas posso supor
Que sejam olhos brilhantes
Olhos de grande menino
Que transmitem só amor
Olhos de mim, tão distantes...

Olhos claros, tom  castanho
Que sabem o mundo espiar
Sem deixar nada perder...
Olhos que não têm tamanho
Vivem a registrar
A imensidão do viver

Olhos tão especiais
Iguais, não existe nenhum
já que é obra de Deus
Brilham como cristais
De um modo incomum
Estes olhos que são seus...




Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 30/05/2005
Código do texto: T20918
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215169 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 03:00)
Priscila de Loureiro Coelho