Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUEBRA-JURAS

Você não veio ver
o nosso procurar
juramos desencontro
até nos desejar
solenemente.

De que adianta falar de um amor só de flores
se elas são perenes
e duram o instante exato do encantamento.

Você não quis partir
do nosso afastar
pensamos não juntar
até o amor jurar
ausentemente.

De que adianta sentir saudade em um retrato
se ele é só um rosto
e dura a face ingrata do desconhecimento.

Você não quis cobrir
a nossa nudez
tentamos nos vestir
até ficarmos rotos
completamente.

De que adianta comprar roupas para o corpo
se elas são só trapos
e duram só o descuido da contemplação.

Você não veio achar
o nosso descobrir
unimo-nos em corpos
até sermos sossego
acasaladamente.

De que adianta negar encontro aos amantes
se eles quebram juras
em busca da paz que lhes cabe quando juntos!
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 30/05/2005
Código do texto: T20940
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19518 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:57)
Djalma Filho