Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ecos do Infinito

Me comprazo
No espaço aberto
Em minha densa
Solidão.

Ao abrigo
Do abraço
Da mórbida multidão.

Contemplo por trás
De minha cegueira
Traços informes
E agudos como o grito,
Diferentes da dor
Companheira.

"Longes” de mim.
“Pertos” do infinito.
Robério Matos
Enviado por Robério Matos em 04/08/2006
Código do texto: T209403

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor, link para a obra original (www.roberiomatos.com) e e-mail (roberio@natal.digi.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Robério Matos
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 64 anos
73 textos (3372 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:26)
Robério Matos