Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


                               PARA MANOEL DE BARROS II


                         quando quero espairecer
                         deixar minha alma levinha 
                         solto-a pela campina
                         sigo bailando garças
                         varo atalhos de rapina
                         ouço as glicínias 
                         perfumadas de aranquãs
                         gorjeadas pelo vento 
                         que o silêncio orvalha 

                         é paz de passarinho
                         é campina bem verdinha
                         é aragem da manhãzinha
                         é encanto que murmura azul
                         é ardor parindo palavras
                         é raça de poetador! 

                         é vôo de borboleta 
                         é poema declamando poesia 
                         é poeta brotando amor...

Sonia R
Enviado por Sonia R em 05/08/2006
Reeditado em 06/08/2006
Código do texto: T209755
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia R
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
983 textos (107030 leituras)
3 áudios (802 audições)
3 e-livros (478 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:11)
Sonia R