Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Asserto

Eis que já passaram três mil noites;
Três mil fantasmagóricos açoites,
Pelas bocas crisólitas
Das luas insólitas,
Em noitadas mundanas e celestes.

Eis que já passaram três mil insónias,
Mil e algumas revoadas histórias
P'los meus olhos roxos,
- Bonitos, mas chochos! -
Nas ruelas das pálpebras doridas.

Quis recortar-me nas folhas das eras,
E descrever nos luares das feras,
Em pergaminhos,
Os teus caminhos
Ornados de nenúfares cinerícios!...

Mas foi num leito de erva parda e fresca,
Que ao ver-te passar pela estreita fresta,
Deitei-me em rumores
Convulsos de dores,
E amordacei os uivos das bestas.

E assim fico, calada, neste embalo
Do canto dos silêncios, no resvalo
Das horas precárias,
Moles, arbitrárias...
Pois quanto mais me calo... mais te acerto!

Cristina Pires
Cristina Pires
Enviado por Cristina Pires em 31/05/2005
Código do texto: T20980

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Pires
França, 51 anos
87 textos (6699 leituras)
1 áudios (37 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:11)
Cristina Pires