Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A NOITE É UM POEMA.

A noite surgiu como desencanto,
Num canto da rua,
E'u cantando de dor.
A noite virou madrugada,
Virou serenata,
Um poema de amor.

A madrugada que era tão doce,
Pairou um instante,
No céu e se foi,
Foi como se ela fosse,
Um canto de louvor,
Num poema de amor.

A noite se foi minha amiga,
Virou madrugada,
Virou quase nada,
Virou cantar de boêmio,
Cantar que eu entendo.
Cantiga de amor.

Prá que chorar,
Ó Poeta,
Se a noite se foi,
Se nada ficou,
Ficar somente lembrança,
Lembrando criança,
Sem dor,
Com amor.

(D`Eu)
Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 31/05/2005
Código do texto: T21016
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20822 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:39)
Sidnei Levy