Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Folhas soltas...

Deixei-me seduzir pelos encantos
Que a vida acenou-me sem querer
Brinquei desatenta por segundos tantos
Que aos poucos, me acostumei
Deixei-me conduzir em liberdade
Na ansiedade de quem quer viver
Brinquei sem me importar com a idade
Usufruindo, sem dificuldade
Do tempo que fazia acontecer
E fui seguindo um caminho escuro
Porque era nele que via o futuro
Que eu me dispunha a conhecer
Atravessei com bravura
Atmosferas impuras
Em busca de alegria
Jamais resisti a loucura
De viver tanta mistura
Que o tempo encobria
Até hoje eu prossigo
Neste universo amigo
Que me abraça sedutor
Pior que tudo é o exílio
Que nos impõe o castigo
Sentido no auge da dor
Que busca um falso abrigo
condenando ao desamor!


Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 31/05/2005
Código do texto: T21048
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215230 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:51)
Priscila de Loureiro Coelho