Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE PASSAGEM PELO NADA

Nada disse, tudo ou nada se calou
Nada sentiu, com nada sensibilizou
Nada ouviu, o nunca nada escutou
Nada viu, como invisível nada olhou

Nada comeu, de nada se alimentou
Nada sorriu, pois com nada ironizou
Nada pensou, sempre nada idealizou
Nada criou, qualquer nada fantasiou

Nada ganhou, mas em nada apostou
Nada aprendeu, jamais nada ensinou
Nada dormiu, quem com nada deitou
Nada cresceu, nada demais cultivou

Nada colheu, porque o nada plantou
Nada sonhou, ninguém nada inspirou
Nada viveu, parada como nada ficou
Nada amou, sem nada a vida passou
Aldo Lopes
Enviado por Aldo Lopes em 06/08/2006
Reeditado em 07/08/2006
Código do texto: T210558

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Aldo Lopes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldo Lopes
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
416 textos (37921 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:43)
Aldo Lopes