Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor Virtual

Será que existe o tal amor virtual?
Ou será apenas um erro fatal?
Quem sabe apenas um romance ideal
Aonde você pode fugir do real.

As pessoas se conhecem
Trocam confidências
Por vezes até esquecem
Quais podem ser as conseqüências.

No primeiro encontro
Um pouco de desconfiança
O tempo passa e já se sente falta do outro
Parece até que já eram colegas de infância

Os dias vão passando
Cada vez mais eles se falando
E já se pegam ansiando
Por um novo encontro clamando

Um dia ele conta uma estória
Em outro ela lhe conta um caso
Buscam fatos na memória
Fazem do virtual um fato

Sem perceberem estão apegados
Quase não vivem um sem o outro
Com os corações apertados
Esperam um novo movimento nesse jogo

Quando não conseguem estarem juntos teclando
Chegam e-mails mil
Sempre juras de amor declamando
O coração virou juvenil

Um dia ela lhe manda um cartão
Recebe uma música dedilha no violão
Aí já é tarde então
Foram pegos na armadilha do coração

Agora os encontros têm hora marcada
Ficar longe é muito doloroso
Olham-se através da tela embaçada
Sentindo por dentro aquele alvoroço

A telinha virou esconderijo
Onde só os dois penetram
O amor cada dia mais rijo
Eles agora se completam

Parece que foram destinados
A esse amor viver
Mesmo estando separados
O amor não para de crescer

Ele a chama de amiga amante
Diz que paradoxalmente
Ela lhe dá paz e tesão
Ela o chama de seu, exclusivamente
Sabe que ele tomou posse do seu coração

Não sabem se vai dar certo
Mas estão apostando no amor
Juram que vão se ver de perto
E temem não suportar o calor

As palavras agora são de puro ardor
Nada mais os separa
Perderam todo e qualquer pudor
Encontraram a jóia mais rara
E vivem as delicias do amor

Amor virtual sim;
Até o próximo mês
Ele virá ver o jardim
Que com o amor dos dois ela fez

Ah...Esqueci de contar
Enquanto os dois se amavam
Iam lançando sementes
Que aos poucos do chão brotavam
Deixando os dois de desejo quase dementes

Aroma de amor no ar
E uma beleza de sentimento
Que fez o tempo parar
Para eles naquele momento

Se foram felizes para sempre?
Não sei, nem eles sabem ainda
Estão aguardando o encontro
Dos corpos que juntos serão um
Na ânsia louca bandida
De terem mais em comum...

Virtual?
Real?
Qual?
Conseguir unir os dois
Seria o ideal...

 
LoucaporPoesia
Enviado por LoucaporPoesia em 07/08/2006
Código do texto: T210768

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (LoucaporPoesia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LoucaporPoesia
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
524 textos (104801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:43)
LoucaporPoesia