Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão
Águida Hettwer

Minh´alma arrasta-se lentamente nas letras, vagando nas paredes do coração, emoção aflora no canto do olhar.
O silêncio fiel companheiro de lutas, aprisionado em doces lembranças. 

Tecendo em fios de renda, desvendando fendas obscuras, solidão dói no peito,
Marcas evasivas do amor que ficou tatuado.
Expandir com êxito, cada palavra dita no silêncio do olhar. 

Solidão assola, dedilha em cada partícula de memória, sinfonia angelical invade os ares, perfume impregnado em cada átomo. 

Lembranças que restaram, encontro de almas a vagar na imensidão, perdem a razão diante do amor, o coração erudito suplica a inflamar nos versos.
Após rasgar o rascunho, das noites negras e sombrias sem a tua companhia, deleita nos braços da aurora. 


30.07.2006
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 07/08/2006
Código do texto: T210778

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1258 textos (116428 leituras)
15 áudios (2138 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 11:05)
Águida Hettwer

Site do Escritor