Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonho de verão

Casados trinta anos havia ficado
Muito sonho havia projetado
Muito pouco havia concretizado
A felicidade foi como sonho de verão
Que tão logo, de súbito, se acabou.

Entre sorriso e lamentos fez-se feliz
Depois não mais conseguiu sonhos nem emoção
Tudo se apagou tão de repente
Foi como se eles não mais existissem

Tudo estava desfeito, a despeito
De os corpos ocuparem o mesmo espaço
No mesmo lar. No amor carnal
Nem pensar, apenas conversar, dialogar
Sobre o cotidiano.

Depois de anos compartilharem
Dos mesmos desejos tudo era nada
Um sorriso entristecido do marido
Um rápido fixar de olhos expondo amarguras

O amor emudecera para sempre? Talvez.
Mudara, transformara-se em algo banal
Numa simples amizade tentando viver
Com os pés no chão, no âmbito das verdades
Esquecendo-se dos sonhos perdidos

Pobre marido que mesmo sem ter sido traído
Desconfiado então perguntava:
Por que o amor acabou?
- Não sei... esfriou de repente.
Não era meu sonho... meu desejo de mulher...
- Eu não posso concordar...
- Mas acabou! e nada mais resta se não a amizade
Dos tempos vividos entre mulher e marido.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 07/08/2006
Reeditado em 08/08/2006
Código do texto: T210892
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79546 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 19:54)
R J Cardoso