Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando o amor acaba

Pronto! Terminou o tal "sonho infinito";
a beleza do que interminável nos parecia...
e o que já foi sussurro, acabou em grito
e em inestancável pranto o que foi Poesia...

Pronto! É feio agora o que já foi bonito
e nossos aromas, misturados à maresia,
contrastam com antigos aromas, benditos,
que já foram lirial inspiração de cada dia...

Pronto! Fechou-se aquela porta aberta
para os mais bonitos e frondosos jardins,
agora amarelos pela primavera incerta...

Pois a esperança morre, a ilusão desaba,
nem o verso, nem o sonho e seus afins,
nada fica de pé QUANDO O AMOR ACABA...
Marinhante
Enviado por Marinhante em 07/08/2006
Código do texto: T211019
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marinhante
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
114 textos (1409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:40)
Marinhante