Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


IRMÃOS EM POESIAS

1- Os irmãos em poesia devem sentir o fogo na alma de cada letra
forjada neste oficío liríco e amoroso dessas gotinhas vivas de luz
de cada letra ao encontro de cada palavra .
2- Os irmãos em poesia sangram do peito nacos(pedaços-partes)
do coração nesse manto sagrado e bendito de luz e inspiração
se eternizando num momento de sonhos , onde leva a descobrir
está magia de suas palavras ao universo do seu mundo mágico
de sonhos e emoção.
3- Os irmãos em poesia tem o dever de respeitar a criatividade
de cada um na sua maneira mais simples de se expressar
e de expor a sua sagrada arte da criatividade, pois alí neste
canteiro do sexto macio da alma , se soltam flocos de amor
e douçura nas suas simples palavras.
4- Os irmãos em poesia devem ser humildes simples ,amáves
e adoráveis , serem unidos por esta bandeira revestida em
brasão de fogo e de luz  e jamais permitir que destruam
o seu jardim da sua criação literária.
5- Os irmãos em poesia - devem ser respeitados , adorados,
e aplaudidos em pé na primeira fila , desde ao teatro mais
fino e magestoso da sua criação até a mais simples
poesia do "rancho"(casa).
6- Os irmãos em poesia - não devem jamais "convidar" o outro
irmão para se degladiarem no campo de trovas ou discussão
literária. ( aqui somos todos amadores e cada qual com sua
idéia literária)
7- Os irmãos em poesia jamais devem "plagiar" a obra de outro
pois se constitui duma aberraçao tremenda pela sua falta
de criação.
8-Os irmãos em poesia jamais devem querer ganhar nome em
cima de outro- pois seria uma enorme falta de ética e respeito
com sua arte com intuito claro de desmotiva-lo para sua
criação da arte de se expessar.
8- Os irmãos em poesia devem sempre aplaudir e reverenciar
seu colega , até mesmo numa simples frase que ele venha
a depositar no seu "rancho"(casa) aqui no RECANTO.
9- Os irmãos em poesia - devem ser respeitados e aplaudidos
em toda a extenção da palavra- pois nas suas variantes
da criaçaõ vamos encontrar perolas finas e simples em
suas simples palavras.
10- A todos os irmãos em poesia - deixo o meu carinho e
respeito que continuem criando vossa arte do seu jeito
como eu crio e alimento a minha arte da poesia.

Edegar SOARES
Enviado por Edegar SOARES em 07/08/2006
Código do texto: T211459

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edegar SOARES
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 58 anos
152 textos (22134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:24)
Edegar SOARES