Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Linguagem do poeta

Não sei quantas linguas tem
a linguagem desse mundo
mas falo num segundo
que não conto e nem contarei
pouco importa mas eu sei
que quando as letras juntadas
elas se tornam rimadas
nas palavras que criei

Nesta linguagem simplória
de variantes e caminhos
traço meu pergaminho
até o mar lindo da praia
e aquela deusa de saia
balançando suas tranças
dessa linda esperança
da alma embebida em flor
e a conquista do amor
que tem a fiel criança

Na minha simplicidade
ofereço minha linguagem
sorvendo cada imagem
que me aguça e alerta
meu deus é um vivo profeta
a ele agradeço e peço
que nunca açoitem os versos
de inspirados poetas.


Edegar SOARES
Enviado por Edegar SOARES em 07/08/2006
Reeditado em 07/08/2006
Código do texto: T211498

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edegar SOARES
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 58 anos
152 textos (22138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:21)
Edegar SOARES