Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verdades

Eu sempre digo que foi sem querer
Mas não resisto em colocar os meus sentimentos aqui
Parece loucura, mas o que prometo a mim mesma pela manhã
Não me basta para o resto do dia
Sempre que penso que vou fenecer
Sua lembrança chega muito mais forte
Tantas vezes eu me disse para esquecer
Mas meu coração se faz de surdo
E me trás novamente aqui
Às vezes chego a acreditar que pode dar certo
Mas no momento seguinte mil coisas acontecem
E me provam que ando vivendo só de ilusão
Tudo podia ter sido tão diferente
Eu poderia ter guardado tudo só para mim
Essa mania de falar verdades
Sempre me deixa com uma sensação de
Que não são verdades os que as pessoas procuram
Ou pelo menos não as minhas
Agora não adianta lamentar
O que disse está dito e
Não mudo uma palavra nem uma vírgula
Eu amo você e não me importa o que você acha disso
Quero fugir de você e ao mesmo tempo
Passo os meus dias a te esperar
Sentimentos tão contraditórios me assolam
Vivo sempre na tempestade dos sentimentos
Tenho momentos de intensa alegria
E horas de pura desilusão
O que fazer com tudo isso
Deixar que me consumisse ou consumir com esse amor
Já tentei de tudo, até deixar que outros se aproximem
Mas basta que cheguem para que eu fuja
Só quero você, só seu amor me interessa
Bem no fundo eu tenho a solução
Mas tenho medo de agir e depois me arrepender
Porque você não é claro comigo
Tudo entre nós permanece na penumbra
Prometa-me que da próxima vez, não haverá meias palavras
Mesmo que sejam dolorosas
Prefiro ouvi-las de você
Do que viver sem saber o que se passa aí.



 
LoucaporPoesia
Enviado por LoucaporPoesia em 08/08/2006
Código do texto: T211524

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (LoucaporPoesia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LoucaporPoesia
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
524 textos (104801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:57)
LoucaporPoesia