Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O tronco

Andando pelo mundo, em vários lugares passei.
Até que um dia parei, a beira de uma plantação.
Admirando a natureza, lá ao longe eu escutava.
A voz de alguém que cantava esta triste canção

         “Trabalha... trabalha negro”
              Trabalha, não deixe que o capataz.
                 Perceba que estás cansado
                    Trabalha... Trabalha negro
                       Trabalha, ou tu vais para o tronco.
                         Para ser castigado.

Continuei minha jornada, e fui parar num povoado.
Num bar cheio de gente, entrei para descansar.
E minha historia contei, e ninguém dizia nada.
Até que uma voz respondeu, lá do fundo do bar.

Meu filho aquela terra, era terra de um malvado.
Era terra de escravidão, onde um malvado patrão.
E todos eles castigavam, com um chicote na mão.
Só assim era feliz, e por todos respeitados.

Um dia veio o castigo, e ele ficou sem nada.
Sem escravos sem dinheiro, ate a família o deixou.
Hoje ele vaga sozinho, pelos campos onde reinava.
E a canção que tu ouvistes, foi tudo o que lhe restou.





                                              Volnei Rijo Braga
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 01/06/2005
Código do texto: T21199
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147465 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:25)
Volnei Rijo Braga