Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Acorrentei minh ´alma
Águida Hettwer

Desci os degraus do meu âmago, doce e frágil, pisando em cristais quebrados, chagas expostas, dores que a alma carrega ao longo dos anos. 

Tristezas embalsamadas, histórias mal contadas, os olhos fingindo não ver...
As mãos calejadas, pálpebra cansada, lembranças em cada canto da casa, retratos rasgados, molduras quebradas, o pranto suplica em descer. 

Acorrentei minh´ alma no toque dos teus carinhos, seguem meus passos por onde vou, perturba-me a mente, tristeza bate na porta de repente. 

Solidão assola, um minuto transforma-se em horas sem os beijos teus.
No enlace dos corpos, o calor envolve acalenta a alma sofrida. 

Na entrega de nossas almas, junção do sol e da lua em plena luz do dia, o coração explode o sentimento flutua pelos ares. 

Acorrentados vagamos pelo universo, sonho perpetuado, coração pulsa forte, num mesclado de dor e alegria. 

Difícil entender o enigma que o coração esconde. 


08.08.2006



Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 08/08/2006
Código do texto: T212057

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1260 textos (116576 leituras)
15 áudios (2140 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:28)
Águida Hettwer

Site do Escritor