Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tradutores de Babel

Tradutores de Babel
================ErdoBastos

Pego o papel e descrevo um barco
Sua cor, seu tamanho e destino
Noutra linha,  nele embarco
E navego amor ou desatino

Me atrevo mais, e descrevo o céu
Vôo no espaço, gavião ou gaivota
Levanto da noite o véu
E mostro a minha estrela mais remota

Que antes, só pra mim brilhava
E que agora, a todos encanta
A caneta tirou-a de onde estava
E na noite do papel, ela se levanta

No papel onde desliza a caneta
Onde a inspiração conduz a escrita
Me alimento, pois descrevo a teta
Da mãe-poesia que nela habita

Com papel, caneta e inspiração
Faz o poeta o que quer da vida
Pondo pra fora o que traz no coração
Do nascer de um amor, a sua despedida

Vivendo, pois, esta poética relação
Pode o poeta, com caneta e papel
Soprado, pelo ar da inspiração
Traduzir em versos, a torre de Babel





ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 09/08/2006
Código do texto: T212305

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36902 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:11)
ErdoBastos