Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

voz

passa, trespassa a aura da fala em brisa
e o tempo é mínimo, pouco
em meio aos anseios à anatomia do ouvir;
ais e sais, trafego sibilante, vergado e assaz

fábrica de sorrisos entretida de palavras
que escoa para o rio, de cá, inquieto
ressuma ao vazio dos lábios inanes
 
fluente e inquieto sorriso:
doutro lado, à luz da euforia
a voz que festa esta escrita

altissonante e transparente,
verbo de sulco, sonoridade
cicia entre sílabas e pausas:
tessitura!
marcia eduarda
Enviado por marcia eduarda em 09/08/2006
Código do texto: T212860

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (márcia eduarda®). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marcia eduarda
São Paulo - São Paulo - Brasil
534 textos (16560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:49)
marcia eduarda