Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras da Paz

 
 
Que as letras nascidas dessa oração
Sejam alimentos e comunhão
Aos passantes e poetas sem distinção
Que se dobrem os joelhos unindo as mãos
Um bando de famintos cristãos
Que saibam receber o pão da poesia
Ricos e  miseráveis sem hipocrisia
Forrando as almas e os corações
Da paz mais verdadeira e profunda
E começar de dentro para fora sem restrições
A união sincera dos povos, enquanto abunda
No planeta a guerra das palavras de ordem
Do egoísmo que só semeia a desordem.
Que de bálsamos sejam nossas letras ocultas
Para curar um planeta que sucumbe em lutas
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 09/08/2006
Código do texto: T212871

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55630 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:31)
Angélica Teresa Almstadter