Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



      
AMARGA TRANSFORMAÇÂO 
                                         

És minha companheira inseparável
em todos os momentos
de minha vida.

Às vezes, um doce sentimento.
Às vezes, uma lágrima sofrida.

Na minha infância distante,
eras um meigo sentir
que me fazia radiante,
deixando-me sempre a sorrir.

Eu gostava quando surgias
porque me fazias lembrar
aqueles momentos alegres
que não mais hão de voltar.

Mas nossa amizade
em dor se transformou.
Tua presença agora
me deixa imersa em descrença
e em diversos momentos
eu lamento o que passou.

Hoje vens a mim
com teu ar dominador,
trazendo tanta maldade
que eu fico triste e sem calor.

Por que assim te transformaste?
Por que tão triste me deixaste,
fazendo-me esquecer
aqueles bons momentos,
de tanta felicidade?

Já não me dás mais prazer
como nos tempos de outrora
e por isso eu te rogo
que te vás logo embora,
pois a minh’alma sempre chora
quando comigo tu estás,
causando só dor e maldade,
ó minha triste e amarga
SAUDADE!

                                                                       (Poema livre)
Alda Corrêa Mendes Moreira
Enviado por Alda Corrêa Mendes Moreira em 09/08/2006
Reeditado em 07/12/2008
Código do texto: T212958
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alda Corrêa Mendes Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (13196 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:07)
Alda Corrêa Mendes Moreira