Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Agora.

Não esqueça das meias verdades
nos lençóis da vida.
Meu corpo geme seu suor
colando desejos ao vento
em leves sussurros de prazer.
Não finja que é só passado
o que não nos deixa separados.
Vou deitar minhas palavras
em sua boca acontecendo loucuras,
abra os olhos...
Depois do sonho nos despimos,
e se notório for o pecado
criamos o perdão por necessidade.
Eliane Alcântara
Enviado por Eliane Alcântara em 01/06/2005
Código do texto: T21338
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliane Alcântara
Lajinha - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
177 textos (8649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:02)
Eliane Alcântara