Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Instantes.

E o que eu quis foi musicar aqueles dias
que de saudades enchiam de vida a vida
que por si, morta estava, ainda de pé.
(Lembranças, âncoras)

Não mais celeste vi seu sorriso
preso nas infernais horas que corriam
para dentro de algum silêncio.
(Liberdade galgada)

Foi o aroma da tristeza que chegou,
o sol da alegria que queimou minhas vestes,
suas desculpas ondeadas de tranças.
(Tramas de algum presente)

E brilhante chorei o sal de sua estupidez angelical
nos galhos de nossas conversas
penduradas para posteridade de nossas perguntas.
(Que nós não cremos futuras)
Eliane Alcântara
Enviado por Eliane Alcântara em 01/06/2005
Código do texto: T21343
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliane Alcântara
Lajinha - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
177 textos (8649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:23)
Eliane Alcântara