Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Biscoitos Chineses!

Traço, bateu com a cara na Lua,
Sonhou que era travesseiro, desuso,
Era paralelepípedo, sentou feito casca,
O teto caiu para trás, pano & vassoura,
Uma ponta gelada perto das costelas,
A lata transbordou, alguma coisa viva,
Viu a cara do Jimmy Hendrix, sorriu,
Todos os dentes faltando, sangue,
Uma risada dos infernos, delírios,
Levantou para capotar novamente,
Todos os gatos saíram correndo,
No susto, o morcego perdeu a direção,
Chanfrou a cara no muro, cacete,
Duas moedas rolaram a escada,
Bolsa furada, saco vazio, que asco,
Toda sorte do mundo embrulhada no jornal,
A sirene tocou, acordou assustado,
Bateu a cabeça na cama, chão frio,
Levou uma espetada do chinelo,
Apoiou-se na mesa, caiu outro copo,
Rasgou o verbo, deu um suspiro,
Ainda sem energia, nem ligou o rádio,
E no banho frio, recomeçou o dia...

Depois que o telefone tocou, sorriu para a sorte!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 12/08/2006
Reeditado em 14/08/2006
Código do texto: T214585
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:47)
Peixão