Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espinhos da Ilusão

Muito já me cortei nos espinhos da ilusão
Cada gota de sangue que caía eu sentia
A terrível sensação de perda da razão
Somente a emoção queria predominar.

Os enganos foram muitos
Sentimentos que surgiam sem porquê
Eu não podia entender e isso me fazia sofrer.

As feridas já cicatrizaram
Mas as lembranças continuaram
E toda vez que a ilusão entra no caminho
Eu ignoro e volto a caminhar.

18/04/06
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 12/08/2006
Código do texto: T214696
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1434 textos (42673 leituras)
6 e-livros (1681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:16)
Miguel Rodrigues