Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"ABRO A VIRAÇA"...




Triste, entediada,
fecho a vidraça…
Algo em mim perpassa,
o que é, não sei,
ainda não alcancei!

Apatia ou tédio?
Os dois…
numa união sem remédio,
sem antes nem depois!
Meu corpo vazio,
surdo,
mudo,
ardendo de frio…
Incompreensível?
Não. Tudo é possível
quando o Ser se fecha,
e o corpo não se queixa!
Sonho…
Uma visão componho…
Alma e coração
bem entrelaçados,
como corpos abraçados
num êxtase de emoção…

Algo por mim perpassa.
Sinto o tédio e a apatia
girando numa valsa…
Agora, menos entediada,
volto… e abro a vidraça!

HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 12/08/2006
Código do texto: T214915
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11666 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:57)
HELENA BANDEIRA