Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ah, pai

Ah, pai
Como não te compreendi
Como não me compreendias
E éramos tão iguaizinhos
Duas cabeças duras

Ah, pai
Que saudade eu tenho
Sei que o destino se cumpriu
Mas pai, tu podias
Ter ficado mais um pouquinho
Um instante sequer
Sabe, pai
Tu te foste, não te chamo
Pois sei que estás bem
Mas faltou um tempinho
Para eu ter te dito
Eu te amo!

Denise Severgnini
Novo Hamburgo/RS

HÁ 3 ANOS,MEU PAI SUBIU AOS CÉUS,
FICARAM SAUDADES
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 13/08/2006
Reeditado em 13/08/2006
Código do texto: T215621

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916684 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:34)
Denise Severgnini