Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E por falar em violência...

De volta para a violência desmedida,
Custo oneroso por séculos de omissão,
Franqueada à todos os gostos & jeitos,
No atropelo que a vida empurra para ganância,
Nunca haverá limites, apenas expiação,
Como nos contrafortes que o mar arrebenta,
Lascas sobram para todos os lados & feitos,
Odes arcanas cantaram os feitos dos malditos,
Por mais que se inventem formas de repressão,
Nada justifica tantas & tantas mortes,
De todas, as piores são as premeditadas...

Um poderá dizer:
Cerrem uma Ilha, lá no vasto mar,
Despeje todos os facínoras por lá,
Amiúde, grãos & aves rasteiras em monta,
Cerquem com a Marinha todos os lados,
Para que nada mais se aproxime...

Pode parecer cruel, mas deve-se pensar,
Naqueles que perderam entes nessa
Guerra suja que o crime impõe!

Peixão89
12.07.2006.
Peixão
Enviado por Peixão em 14/08/2006
Código do texto: T216003
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:53)
Peixão