Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Profana

Estanco debaixo do chuveiro;
Para escorrer os meus pecados,
Rogo a calma desse braseiro
Em sussurros derramados.
 
Pelo ralo desaparece insensato;
O desejo no afã cobiçado
Desprendido sem nenhum recato.
Pelo na pele eriçado.
 
Lava a alma e a carne fértil,
A corrente de água pura.
Faz de novo a mente débil
 
Recolhida na veste de alvura;
A simulação branda e estéril
De apropriada compostura.
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 02/06/2005
Código do texto: T21629

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55643 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:08)
Angélica Teresa Almstadter