Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Regurgitado

Envolto pela raiz do quadro na parede,
vi-me, repentinamente, sugado pela rede.
Encostado na varanda coniforme das idas e vindas,
arrastei a planície para o topo do traquete.

Varando dermes e epidermes;
Deixando o sangue cheio de germes;
Intragável e indiscutível;
Fazendo, de ti, Afrodite e, de mim, Hermes.

Agora sou externo.
Vejo sua acidez angelical.
Tu és algo banal,
sem presença e podre.
Rafael S Valle
Enviado por Rafael S Valle em 14/08/2006
Reeditado em 26/08/2006
Código do texto: T216449
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael S Valle
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
176 textos (5034 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:38)
Rafael S Valle