Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIDA RECLUSA

Não ando pelas ruas pensando
Penso que ando pelas ruas
Vivo uma vida reclusa
Mas este confinamento
É o meu pensamento
Gosto deste viver

Porque este viver me faz pensar
Pensar é meditar
E nesse meditar
Muito longe eu vou
Por caminhos conhecidos e desconhecidos
E nessa abstração

Descubro e redescubro a vida
Vida que é cheia de surpresas
Pois vivemos nos surpreendendo
Com comportamentos inexplicáveis
De pessoas que não imaginamos
Por notícias devastadoras

Que nunca estamos preparados
Pelo inesperado
Que um dia chegará
E assim ando pelas ruas pensando
Pensando que penso, que ando pelas ruas
Pois vivo uma vida reclusa...
Maysa Barbedo
Enviado por Maysa Barbedo em 15/08/2006
Reeditado em 30/09/2006
Código do texto: T216890

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maysa Barbedo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
2967 textos (326145 leituras)
7 áudios (1543 audições)
104 e-livros (20164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:54)
Maysa Barbedo