Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maldita Timidez!...

Todos os dias, anseio pelo momento
Tão febrilmente urdido que até parece doença,
Que, como amigo, fingindo falso sentimento,
Possa haurir a emoção da sua presença...

Preciso contar-lhe tudo, mas me torturo todo dia:
“Com certeza dirá sim... Com certeza dirá não...”
Meu Deus, triste e patética é a agonia
De não saber traduzir esta paixão!...

Preciso dizer-lhe tudo. Tudo o que sinto!
E ela chega. Dúvida atroz: falo? De novo minto?
Arrisco tudo e, se perder, nada reclamo?
Mas, tolo, ridículo, disfarço outra vez,
Fingindo ser galante amigo. Maldita timidez
Que não me deixa dizer simplesmente: Eu te amo!...


Antonio Maria/São Luís do Maranhão, 18/11/1995




Antonio Maria S Cabral
Enviado por Antonio Maria S Cabral em 15/08/2006
Código do texto: T216893
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Antonio Maria Santiago Cabral e o site wwwrecantodasletras.uol.com.br/autores/antoniomaria"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Maria S Cabral
São Luís - Maranhão - Brasil
1271 textos (155711 leituras)
1 e-livros (286 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:19)
Antonio Maria S Cabral