Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NA MESMA CASA

Vou continuar comendo carne vermelha,
E ainda vou morder os eu pescoço
A noite (quando eu chegar).

Abandonarei meus conceitos
Estéticos e capilares,
Para convencer você a ficar
Comigo essa noite;

Esta é a primeira
Noite da eternidade.
Podemos provar os corpos crus
Afinal é assim que queremos.

Descobrir os trejeitos todos,
Esclarecer as dúvidas,
Arrancar as máscaras
E desarmar as proteções,
Ficaremos crus, vulneráveis.

Vou continuar dormindo tarde,
E ainda vou encharcar seu
Umbigo com a minha língua,
No instante em que
Estaremos expostos na cama.

Vou renunciar aos
Meus conceitos ultrapassados
E vou começar a me vestir bem,
Mesmo de meias pretas e tênis.

Renunciarei a minha vida,
Renunciará a sua,
E consumaremos a nossa vida.
mário cardoso
Enviado por mário cardoso em 15/08/2006
Código do texto: T216924

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site http://recantodasletras.uol.com.br/autores/abelha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mário cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 31 anos
370 textos (14925 leituras)
3 áudios (241 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:37)
mário cardoso